04
Mar 10

Vou começar neste blog a falar sobre um tema que devia preocupar toda a gente no mundo, que é o associativismo jovem, apesar de ser algo que deveria ser de preocupação mundial, eu apenas me debruçarei sobre o associativismo jovem em Portugal, a minha terra natal e o caso onde poderei falar com maior conhecimento de causa.

Actualmente o associativismo jovem em Portugal atingiu níveis imensamente baixos, facto que deveria causar algum desconforto nos cidadãos portugueses, já que os jovens serão o futuro deste país, mas infelizmente isso não acontece, simplesmente é um facto que passa completamente ao lado das pessoas. Nos dias de hoje existe uma cultura egocêntrica e de desinteresse nos jovens gigantesca, onde a sua única preocupação é safar a sua vidinha nem que para isso pisem os outros ou desrespeitem as liberdades e direitos dos outros. Apesar do interesse pessoal reger sempre as nossas vidas, isso é algo inevitável e indissociável da natureza do ser humano, não entendo o porque dos jovens não serem pró-activos e lutarem em conjunto muitas vezes por direitos e interesse comuns. Eu já não digo, nem defendo uma juventude altamente intelectualizada e consciente que traria benefícios gigantes à sociedade futuro e um melhoramento significativo da vida em comunidade e mesmo em democracia, mas há limites mínimos e apesar de existirem casos contrários na nossa juventude, alguns deles pessoas com quem tive o privilegio de privar, a juventude portuguesa é tudo menos pró-activa. A maioria dos jovens não sabe o que é intervir na sociedade civil seja de que maneira for e porque motivo for, para alem disso a maioria dos jovens quando abordados para efectivarem algum participação na mesma, ignoram essa abordagem ou rejeitam-na terminantemente. Poderia dissertar horas sobre os factores que levam ou levariam a esse afastamento da vontade de intervir na sociedade mas não me irei alargar sobre esse facto, neste momento não é sobre isso que me quero versar.

O assunto que eu pretendo relevar é a importância da existência de um associativismo jovem, que fomente a consciencialização dos jovens e os torne cidadãos futuros mais responsáveis e activos na sociedade, pois assim garantiremos uma população mais preparada para o futuro e capaz de lutar pelos seus direitos que são seus por direito, não falando da melhoria potencial que esse associativismo traria à vida e satisfação da população em geral.

Percebo e entendo que nem todos os jovens gostem de participar em debates, pertencerem a juventudes partidárias, participarem em associações de estudantes, moradores, ou ajudarem uma instituição em vez de ir sair à noite ou andar na palhaçada com os amigos, embora uma coisa não invalida a outra, dá para realizar as duas coisas ou até porque não juntá-las. A pró-actividade jovem é essencial para uma sociedade jovem, culta e saudável pronta a responder a qualquer desafio que lhe seja apresentado, por isso todas as pessoas deveriam acordar para a realidade actual e incentivar a participação dos jovens na sociedade civil, senão corremos o risco de tornar as coisas pior do que estão vivendo numa sociedade doente, rígida que não luta para a melhoria do estado de sitio do país e da sua própria situação.

Depois desta viagem, poderão ser levados a pensar que eu tenho uma visão pessimista das coisas e que rotulo os nossos jovens de maus, feios e porcos, bem pelo contrário, é por saber as potencialidades da juventude portuguesa que digo isto e porque quando surgem causas nobres que necessitam de ajuda o jovem português é dos mais solidários e contribuinte para a ajuda aos necessitados, portanto nós temos a semente só temos de rega-la bem para depois termos um enorme rebento..... 

publicado por Ze Chuchas às 01:09

03
Mar 10

Olá chamo-me Marcelo e achei no meu pequeno pensamento, que com os meus 19 anos de vida,ainda não tinha feito algo de libertador, espontâneo, que pudesse instigar a um desenvolvimento da minha intelectualidade ao ritmo de uma amena e relaxada conversa de café. É da minha nobre opinião que todos os jovens devem debater sobre tudo o que se passa na sociedade seja a nível social, político ou cultural. Não há nada melhor do que falar abertamente sobre os diversos temas que moldam a nossa vida, uma grande dádiva que nós é concedida pela democracia e pela sociedade actual e que a maioria de nós não sabe usá-la muito menos respeita-la. Por todas estas razões achei que estava na hora de interferir na sociedade por uma via diferente da qual estou neste momento a utilizar que é a via política, através de uma juventude partidária. Podem perguntar-me porquê por aqui? Sinceramente não sei, talvez por a actualidade estar dominada pelas tecnologias e a minha escrita aqui no blog só ser possível devido a essas mesmas tecnologias ou porque simplesmente quis experimentar outra via de comunicação. Espero que sigam atentamente o blog e que achem o seu conteúdo interessante e bom.

publicado por Ze Chuchas às 23:39

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO